Uma Doxologia de Louvor

Uma Doxologia de Louvor

Você já passou por um daqueles domingos que você não estava sentindo vontade de ir para a igreja? (Pastores, vocês recebem um passe sobre essa questão.) Eu confessarei abertamente que já batalhei com essa relutância de domingo de manhã uma ou duas vezes na minha vida. Providencialmente, estou casada com um homem que é tão fiel como o nascer e o pôr do sol—exceto por doenças ou viagens necessárias, se tiver culto na igreja, estaremos lá.

Curiosamente, nessas manhãs quando eu me sinto menos “igrejeira” são frequentemente as mesmas manhãs que Deus me encontra de maneiras transformadoras. Às vezes acontece durante uma canção ou no meio de um sermão, e quase sempre ao tomar a Ceia. “Ohhhhhh,” eu digo para mim mesma em algum momento da reunião de adoração: “Você está aí, Senhor. Você é a razão de eu estar aqui hoje”.

Como os nossos autores de Holiness Today me lembram nesse mês, há mais para adorar do que se vê.

“Todo aspecto de nossas reuniões de adoração dizem algo”, escreve Dwight Gunter. Sua advertência de que todo o culto funciona como um sermão me desafia a reordenar meu hábito de analisar a música, a mensagem ou a liturgia em segmentos discretos que avalio através das lentes de minhas preferências pessoais.

Essa abordagem consumista vem da minha inclinação de fazer a pergunta errada, diz Scott Daniels, que aparentemente está escutando meu ocasional diálogo interno de domingo de manhã. A pergunta que eu deveria fazer não é se eu “gosto” do que está acontecendo na igreja; em vez disso, “como a adoração está me formando e a comunidade de crentes com quem me reúno?”

E ela está me formando. Eu sou cativada com a imagem de Mary Paul e Brent Peterson descrevendo a adoração como Deus soprando em nós a Sua presença e então exalando-nos para o mundo como alegres participantes na missão do Reino.

Exalamos não como indivíduos, mas como comunidade; isso é intrínseco à adoração autêntica. As páginas a seguir apresentam nossa comunidade Nazarena—irmãos e irmãs de seis regiões do mundo. Através do código QR, ouvimos os diretores regionais sobre como é o culto nos belos e diversos lugares que eles servem. Não perca suas mensagens, as muitas fotos, e os vídeos de adoradores de todas as partes do planeta. Vamos celebrar o poderoso trabalho de Deus entre nós!

Finalmente, sou desafiada com o texto de Premal Awasarmal. Dentre outras coisas, ele me ajudou a lembrar que eu preciso tirar meus óculos ocidentais e ouvir bem as experiências e o contexto dos outros. Ele traz novas perspectivas ao nosso entendimento sobre idolatria.

Obrigada a todos que escreveram ou contribuíram para essa edição da HT. Vocês nos ensinam que adoração não é somente para os domingos. Toda a nossa vida é um ato de adoração:

Portanto, com a ajuda de Deus, quero que vocês façam o seguinte: entreguem a vida cotidiana – dormir, comer, trabalhar, passear – a Deus como se fosse uma oferta. —Romanos 12:1-2, A Mensagem

Senhor, que o meu caminhar pela vida seja uma doxologia de louvor a Ti.

Bonnie Perry é editora-chefe de Holiness Today.

Public

Similar news

Dez, 05, 2022
Nov, 10, 2022